Mês: fevereiro 2021

Lavador de gases: quais são os compostos tratados por ele

Lavadores de gases são equipamentos utilizados em quase todas as indústrias para operarem de forma limpa e segura, atendendo às mais rígidas legislações ambientais. Esse sistema de tratamento de emissões atmosféricas trabalha diversos compostos, retendo e neutralizando componentes químicos gasosos.

Controlar a poluição atmosférica é algo possível com a remoção de particulados ou gases de exaustão. Com o lavador de gases, praticamente todos os tipos de plantas industriais têm benefícios.

Quer entender os compostos tratados pelo lavador de gases industriais? Acompanhe as nossas dicas a seguir!

 

Como funcionam os lavadores de gases

Lavadores de gases utilizam líquidos para lavar, resfriar ou reagir com as substâncias poluentes contidas nos gases de processos que são liberados para a atmosfera.

Em geral, esses equipamentos são indicados para o tratamento das emissões gasosas para a atmosfera e, especialmente, em gases ácidos como Ácido Fluorídrico (HF), Ácido Sulfúrico (H2SO4), Ácido Sulfídrico (H2S), Ácido Clorídrico (HCl), entre outros.

Quanto maior for o tempo de residência e maior for o aumento da área de contato com o líquido nos recheios, maior será a eficiência na remoção desses poluentes. Assim, os gases eliminados ficam saturados de umidade e apresentam uma pequena pluma de vapor de água na chaminé.

Um dos benefícios do uso do lavador de gases é a reutilização de resíduos. Isso porque as substâncias indesejadas, que foram transformadas de gases para líquidos, podem ser reaproveitadas em alguns casos, como na confecção da cal base, utilizada no tratamento de gases de caldeiras em plantas termoelétricas.

 

Quais são os tipos de lavadores de gases

A escolha do tipo de Lavador de Gases depende das características dos poluentes e gases a serem tratados. Outros quesitos são eficiência requerida, perda de carga, sólidos contidos na entrada e saída, custo de energia e operação.

Eles podem ser confeccionados em diversos modelos, que são:

 

Horizontal

Indicados para utilização quando tamanho e espaço disponíveis são limitados ou impeditivos para a instalação. O Lavador de Gases Horizontal é bem mais compacto e pode ser instalado em ambientes e espaços reduzidos.

Sua eficiência é igual à do lavador vertical. Além disso, seu formato de caixa pode ser facilmente adaptado ao espaço e à necessidade.

 

Vertical

Esses lavadores são recomendados para aplicações químicas. Eles possuem tamanho compacto, baixa perda de carga e alta eficiência.

Dependendo das propriedades e características dos gases de entrada, poderão ser utilizados dois tipos de lavadores: bicos atomizadores ou com recheios internos.

 

Nós, da Ventitec, temos décadas de experiência na fabricação e comercialização de lavadores de gases. Fale com a nossa equipe e veja qual é o modelo ideal para você!

Como funciona um sistema de exaustão

O sistema de exaustão é indicado para aspirar os gases nocivos de um ambiente ou controlar a emissão de gases em um ponto gerador de contaminantes, lançando o ar em outro lugar. Entender seu uso e principais aplicações é essencial para investir no melhor equipamento para a sua empresa ou indústria.

Antes de ser liberado na atmosfera, o ar que passa pelo sistema de exaustão é totalmente filtrado. Para garantir que esse processo seja perfeito, existem diversos tipos de filtros, que se adaptam aos gases com os quais eles deverão trabalhar.

Quer entender melhor o funcionamento e as aplicações do sistema de exaustão? Acompanhe!

 

Como é feita a aspiração de ar em um sistema de exaustão

O sistema de exaustão retira os contaminantes dos gases e lança o ar em outro lugar. Filtrado antes de ser liberado, este ar passa por filtros específicos, escolhidos de acordo com cada tipo de gás.

A aspiração pode ser feita por meio de captores, que fazem a sucção do pó ou gases provenientes de ferramentas ou processos industriais. Em áreas maiores, a aspiração pode ser feita por meio de coifas, instaladas na parte alta do ambiente e eficazes na captação de gases.

Um sistema de exaustão pode ser utilizado em ambientes pequenos, como uma sala de trabalho ou cozinha, até um galpão de fábrica. O exaustor faz a movimentação do ar com contaminantes e o encaminha para o filtro para, depois, ser lançado à atmosfera.

Dependendo do tamanho do sistema de exaustão, ele pode conter:

  • Linha de dutos;
  • Ramais;
  • Registros;
  • Dampers,
  • Válvulas;
  • Transporte pneumático;
  • Rosca transportadora, etc.

 

Com um sistema de exaustão bem planejado, é possível diluir os gases e arrastá-los com o ar. Isso reduz as chances de contaminação no ambiente e faz com que o local possa ser utilizado sem a necessidade de máscaras e cilindros de oxigênio.

 

A Ventitec é especializada em sistemas de exaustão e pode te ajudar a encontrar a melhor solução para as suas necessidades. Fale com nossos especialistas e veja como é fácil ter acesso a soluções de ponta contra os gases!

Exaustor centrífugo: por que é importante ter um?

Existem muitos tipos de exaustores industriais atualmente. Cada um é destinado a uma finalidade específica e tem um objetivo. Eles podem ser centrífugos ou axiais, industriais de telhado ou de parede. No momento de escolher o melhor, é essencial conhecer esses modelos e entender qual é o melhor para você.

O exaustor centrífugo é fundamental para manter o ambiente industrial com o mínimo de partículas de fuligem, substâncias e gases tóxicos que prejudicam a qualidade de vida de colaboradores da empresa. Além disso, reduz os riscos químicos, já que as indústrias não liberam esses produtos diretamente no ambiente.

Quer entender melhor como funciona o exaustor centrífugo? Acompanhe!

 

O que é um exaustor centrífugo industrial e por que utilizá-lo?

O exaustor centrífugo é um equipamento essencial à indústria, pois é capaz de reduzir os níveis de partículas no ambiente, promovendo um local mais saudável para que colaboradores trabalhem e se desenvolvam. Com isso, há maior produtividade, limpeza e segurança nos processos.

Muitas empresas, ainda hoje, lançam resíduos tóxicos no ambiente, gerando riscos químicos. Isso coloca em risco o meio ambiente e as pessoas que trabalham com esses processos.

O exaustor centrífugo é um grande responsável por renovar o ar, combatendo a poluição e minimizando riscos à saúde de trabalhadores. Sua instalação, no entanto, deve considerar as caraterísticas do local e o topo de exaustor necessário.

Para te ajudar nessa escolha, a seguir, falamos sobre os tipos de exaustores industriais:

 

Exaustor industrial axial

Ele pode ser confeccionado em aço carbono, zinco ou inox. Ele é indicado para quem busca uma boa troca de ar em ambientes fechados, como casas de festas, bares, lojas, pequenas indústrias ou lojas.

Esse tipo de exaustor industrial pode ser fixado em telhados ou paredes e podem ser utilizados para a ventilação do ambiente, colaborando para eliminar fumaças e controlando a umidade.

 

Exaustor industrial centrífugo

Esse modelo de exaustor industrial trabalha com diferentes pressões e vazões. Por isso mesmo, sua indicação é para locais maiores, como indústrias de médio e grande porte, além das metalúrgicas.

Ele é capaz de operar em espaços submetidos a materiais corrosivos e inflamáveis, como a solda e gases, por exemplo. Dependendo da pressão, os exaustores centrífugos também trabalham como aspiradores de pó e fumos de solda e corte térmico, sendo indicados também para empresas que operam com esse tipo de material.

Os exaustores industriais centrífugos também renovam o oxigênio do ambiente, climatizando o ar. Além disso, trabalham com altas vazões e pressões e baixo consumo energético.

 

A Ventitec é especializada no fornecimento de exaustores centrífugos para as mais variadas finalidades. Entre em contato com nossos especialistas e veja como podemos ajudar a encontrar a solução ideal!

3 razões para investir em um coletor de pó industrial

Indústrias e fábricas em geral costumam gerar muitos resíduos como o pó, o que gera insatisfação nos funcionários e pode prejudicar sua saúde, além de sujar o ambiente. Restos de componentes deixam um aspecto sujo, desorganizado e nocivo à saúde e, para evitar que eles se espalhem pelo ambiente de trabalho, é essencial investir no coletor de pó industrial.

O coletor de pó industrial é um equipamento que garante um ambiente de trabalho seguro e limpo, além de manter uma fábrica dentro dos padrões exigidos pela Vigilância Sanitária.

A seguir, veja as principais razões para investir em um coletor de pó industrial Ventitec!

 

  1. Deixa o ar mais limpo

O coletor de pó industrial limpa o ar do ambiente, retendo o contaminante no interior do coletor para que, depois, seja descartado em lixo industrial. Assim, o ar retorna ao ambiente filtrado, oferecendo um ambiente mais agradável e saudável aos funcionários.

Dessa forma, há mais produtividade nas indústrias e o clima fica muito mais agradável, com menos risco de adoecimento dos colaboradores.

 

  1. Colabora com a limpeza

De nada adianta limpar o ambiente e, após um processo industrial, ele ficar sujo de partículas e pó derivado desse trabalho. A limpeza em uma indústria é bastante facilitada pelo coletor de pó industrial, que agiliza e melhora a limpeza de todos os ambientes.

 

  1. Aspira de maneira eficiente os resíduos no ambiente

O maior diferencial do coletor de pó industrial é que ele funciona como dispositivo de sucção, aspirando todos os elementos que estiverem espalhados pelo ambiente. Depois, esse pó é armazenado em um saco, que é limpo depois pela equipe de limpeza.

Coletores de pó são desenhados para facilitar a limpeza. Por isso mesmo, há vários modelos e tamanhos, que se aplicam às necessidades das indústrias.

 

A Ventitec é especialista em coletores de pó industriais e pode te ajudar a encontrar a melhor solução para deixar sua empresa limpa e os funcionários mais saudáveis. Fale conosco e veja como escolher o melhor coletor de pó!

Precisa de um projeto especial para sua industria?

Solicite uma avaliação e um de nossos engenheiros entrará em contato

Open chat
1
Precisa de Ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?