Um sistema de exaustão é responsável por realizar a aspiração de um ambiente ou ponto gerador de contaminantes, lançando o ar em outro lugar. Este ar pode ser filtrado antes de ser liberado, e existem diversos tipos de filtros devendo ser selecionado o modelo mais adequado para cada tipo de gás.

A aspiração pode ser localizada através de captores que absorvem o pó gerado de uma ferramenta ou de um processo de fabricação, podendo ser contemplado de vários captores, interligando-os a uma linha de duetos. Neste caso, registros são instalados em cada ponto de captação para balancear o sistema geral e garantir vazão em todos os respectivos pontos.

A aspiração ainda pode ser feita em uma área maior através de coifas, que captam os gases de um ou vários processos simultaneamente, misturam-se com o ar e essa mistura entra na tubulação que será destinada ao filtro. As coifas são instaladas na parte alta do ambiente aproveitando a velocidade de ascensão do gás do processo.

O sistema de exaustão que possua filtro pode ser aplicado a uma sala de trabalho até um galpão de fábrica. Esse exaustor realiza a movimentação do ar com contaminantes que, é retirado do ambiente e encaminhado até o filtro para ai então, ser lançado para a atmosfera.

Um sistema desses pode ser compacto ou de grandes dimensões com linhas de dutos, ramais, registros, dampers, válvulas, transporte pneumático, rosca transportadora e demais acessórios. O filtro, sendo com elementos filtrantes para ar seco, podendo possuir um sistema de limpeza automático por jato de ar nos elementos filtrantes.

Nesse caso, um controlador de ciclo de limpeza, aciona as válvulas solenoides para liberarem o jato de ar nos elementos filtrantes. Para aqueles filtros que não possuam sistema de limpeza automático, os elementos filtrantes deverão ser limpados manualmente.

O sistema de exaustão que não possua filtragem pode ser aplicado a uma sala de máquinas que necessitem de refrigeração com ar ambiente, considerando-se as cargas térmicas para cálculo da vazão de ar necessária para que, não prejudique o funcionamento da máquina por superaquecimentos.

Para um determinado sistema de exaustão gerar uma ventilação eficaz em um túnel, por exemplo, é instalado em uma das extremidades um exaustor e um insuflamento na extremidade oposta, para assim realizar um fluxo contínuo de ar de renovação e aumentar a concentração de oxigênio. Podendo ainda ser instalado um ventilador intermediário no sentido do fluxo para poder auxiliar em caso de grandes distâncias ou até mesmo em grande áreas.

Já em túneis que não possuem um sistema de exaustão, o ambiente é extremamente hostil e, além de ser considerada uma área classificada, é também considerado espaço confinado por se tratar de um ambiente com gases nocivos e com grandes riscos para nós, seres humanos.

Para investir em um sistema de exaustão de qualidade e segurança, confie em uma empresa de renome e com grande prestígio. A Ventitec juntamente com sua equipe de profissionais altamente capacitados, realizam o melhor sistema de exaustão, garantindo á você nosso cliente, uma segurança e durabilidade maior.

Entre já em contato conosco e solicite seu orçamento exclusivo!