Mês: janeiro 2019

Entenda o funcionamento e os tipos de filtro manga
Os filtros manga, amplamente utilizados em diversos segmentos para filtrar e eliminar partículas sólidas provenientes do fluxo de gases industriais, são confeccionados sob medida. As dimensões variam de acordo com a necessidade de cada local.

 

Basicamente, os filtros manga são constituídos por mangas filtrantes, gaiolas, chapa-espelho, válvula de diafragma, reservatório de ar comprimido, tubos de sopragem e moega. Seu funcionamento é relativamente simples, porém uma manutenção em dia é fundamental para que sejam obtidos os melhores resultados.

 

 

Quais são os componentes dos filtros de manga?

 

A seguir, explicamos quais são e como atuam os componentes dos filtros de manga:

 

 

Mangas filtrantes:cilindros que permitem a passagem do ar, enquanto retêm as partículas sólidas. É preciso higienizá-las, pois, com o tempo, ficam impregnadas de partículas. Podem ser feitas de tecidos ou materiais cerâmicos porosos.

 

Gaiolas: armações metálicas que sustentam as mangas filtrantes, organizando-as em fileiras.

 

Chapa-espelho: essa chapa é utilizada para a fixação das gaiolas e das mangas filtrantes.

 

Válvula de diafragma ou de escape rápido:controla a passagem do ar comprimido para limpar as mangas.

 

Reservatório de ar comprimido: necessário para a limpeza das mangas. Deve ter capacidade suficiente para que a sopragem de ar comprimido seja constante durante o processo.

 

Tubos de sopragem:esses tubos metálicos distribuem e direcionam os jatos de ar comprimido nas mangas de uma mesma fileira.

 

Moega: retém as partículas que entram em alta velocidade e recolhe as que se desprendem das mangas.

 

 

Como trabalha o filtro de manga?

 

O processo de filtragem do filtro manga se dá por meio da introdução do ar contaminado no compartimento das mangas. Depois, esse particulado fica retido no tecido das mangas e é eliminado pela moega.

 

Na sequência, o ar sem partículas é direcionado para os bocais da parte superior do filtro. Por meio de pressão, a descarga de ar limpo acontece para a atmosfera.

 

 

Faça seu projeto de filtro manga com a Ventitec

 

Qualquer tipo de indústria que emita particulados na atmosfera necessita do filtro manga. Se você tem um projeto desse tipo, traga-o para a Ventitec!

 

Temos décadas de atuação nesse segmento e podemos te ajudar na produção, execução e manutenção dos sistemas. Tudo com o máximo de profissionalismo e baixos custos.
Como o lavador de gases controla a poluição do ar
O lavador de gases é um equipamento utilizado amplamente por indústrias de diversos segmentos. Sua responsabilidade é a de controlar a poluição do ar, removendo material articulado de um fluxo de gás. Mas como, afinal, ele consegue fazer isso?

 

Por meio da colisão dessas partículas com gotas de um meio de lavagem (geralmente água), o lavador de gases retém esses detritos. Umidificados, eles podem, então, ser removidos de forma mecânica – algo bastante simples.

 

Como funciona um lavador de gases?

 

O lavador de gases promove a interação entre as partículas e as gotas de água. Para isso, necessita de energia para nebulizar o meio de lavagem e melhorar a mistura com sprays de alta pressão.

 

Em grande parte dos lavadores de gases, o orifício é formado por uma passagem anular entre a garganta e o disco. Então, o meio de lavagem é injetado pelo centro do disco em uma razão pré-ajustada. Depois, ela é atomizada pela alta velocidade entre o fluxo de gás e o meio de lavagem.

 

 

Como trabalha o lavador de gases ciclônico?

 

Esse tipo de lavador de gases utiliza o mesmo princípio do ciclone, mas com injeção de água. Assim, há menos rebatimento de partículas na parede do equipamento, facilitando sua remoção.

 

Fabricados no esquema de torres, os lavadores ciclônicos têm elevada eficiência (98 a 99%) para partículas maiores que 1 mícron, com a perda de carga de 1.000 N/m2  e consumo de água de 0,67 a 0,8 dm3/m3 de gás.

 

 

Conheça os tipos de lavador de gases e invista no melhor com a Ventitec

 

Somos uma empresa com décadas de experiência na confecção e manutenção de lavadores de gases. Independentemente da sua necessidade, temos a solução. Fale com nossos especialistas e veja como investir no melhor lavador de gases do mercado, evitando danos ao meio ambiente e protegendo o seu negócio.
Climatizador de ar ou ventilador: qual é a diferença entre eles?
Os dias de verão costumam trazer um certo desconforto térmico, impedindo até a realização de atividades cotidianas. Por isso mesmo, contar com os equipamentos certos para minimizar esse desconforto é fundamental. Se você tem dúvidas entre a eficiência do ventilador ou climatizador de ar, é primordial entender a diferença entre eles.

 

Se você está na dúvida em relação a investir em um ventilador ou climatizador de ar é importante compreender a função de cada um. Depois, entender qual melhor atende às suas necessidades de acordo com as características do local em que ele será utilizado.

 

 

Climatizador de ar e ventilador: quais são as diferenças entre eles?

 

O climatizador de ar, na comparação com o ventilador, oferece mais recursos, especialmente para locais mais secos. Eles amenizam a temperatura e, por contarem com um reservatório de água e trabalharem com sua evaporação, deixam o ambiente mais fresco e umidificado, prevenindo doenças respiratórias.

 

 

Já o ventilador proporciona vento, porém não umidifica o ambiente. Sua principal função é combater aquela sensação de abafamento, mas, na prática, ele não reduz a temperatura do local. Em ambientes fechados ele pode, inclusive, levantar poeira, causando problemas a quem sofre de alergia ou tem doenças respiratórias como asma ou bronquite.

 

 

Quais são as vantagens do climatizador de ar?

 

Em locais fechados, como quartos, salas e até galpões, o climatizador de ar dispensa a necessidade de isolar o cômodo para funcionar, ao contrário do ar condicionado. Indicado para quem sofre de problemas respiratórios ou vive em locais de clima seco, ele melhora a qualidade do ar e traz mais umidade.

 

Existem, ainda, os climatizadores com a função de aquecer o ambiente. Ideal para locais com grande variação de temperatura, ele pode ser transportado para diversos cômodos da casa e demanda baixa manutenção.

 

 

Precisa de um climatizador de ar? Fale com a Ventitec

 

Somos especialistas em climatizadores de ar. Trabalhamos com diversos modelos e especificações há décadas e certamente temos a solução ideal para a sua necessidade.

 

Se você tem a necessidade de resfriar um ambiente e mantê-lo úmido, nossos especialistas podem te ajudar. Consulte nosso portfólio e entre em contato conosco para solicitar um orçamento.
Coletor de pó industrial: a importância da manutenção preventiva
Os cuidados com a limpeza e saúde dos profissionais que trabalham em um ambiente industrial são indispensáveis e obrigatórios de acordo com a lei. Quem faz uso do coletor de pó deve estar sempre atento ao bom funcionamento desse dispositivo e, por isso, a manutenção preventiva é fundamental e evita paradas desnecessárias.

 

Indústrias dos mais variados segmentos emitem resíduos de suas operações e isso pode trazer malefícios à saúde dos colaboradores. Além disso, o ambiente de trabalho pode ficar sujo e inadequado para que os profissionais trabalhem. Com a manutenção preventiva dos coletores de pó industriais nada disso acontece.

 

Como deve ser feita a manutenção preventiva dos coletores de pó

 

Para que funcione bem, o coletor de pó deve ser dimensionado de maneira adequada. Esse é o primeiro cuidado para garantir que ele funcione bem. Por isso, é importante verificar o diâmetro da boca de aspiração que será conectada e a melhor velocidade de aspiração – feita com o anemômetro.

 

Feito isso, o coletor de pó, que possui reservatórios e mangas filtrantes, deve receber alguns cuidados. O primeiro deles é bater os filtros diariamente para que o pó impregnado nos poros caia no reservatório, deixando a manga filtrante sempre limpa. Assim, elevam-se a vida útil e a eficiência do exaustor.

 

A importância de limpar os coletores de pó industriais

 

De fácil manutenção, os coletores de pó devem ter seus filtros verificados com frequência. Confeccionados de diversos materiais, geralmente 100% poliéster, esses filtros devem, preferencialmente, ser limpos manualmente todos os dias, antes de o equipamento ser ligado.

 

Os elementos filtrantes devem ser lavados e substituídos de acordo com o seu estado, que pode variar com umidade, entupimento, condensação e outras condições. Além disso, elementos mecânicos devem ser lubrificados constantemente para garantir seu perfeito funcionamento.

 

Coletor de pó industrial: quando fazer a manutenção preventiva

 

A periodicidade da limpeza do coletor de pó industrial varia de acordo com a aplicação do equipamento. Entretanto, ela deve ser feita sempre antes que os resíduos atinjam as mangas filtrantes e gerem entupimento da peça.

 

Além disso, é fundamental que seja utilizada uma tubulação metálica para máquinas maiores. Ela é mais segura e gera economia de energia na comparação com as mangueiras flexíveis. O período de troca das mangas nunca deve ultrapassar 18 meses.

 

Garanta a durabilidade do coletor de pó industrial. Fale com a Ventitec

 

A Ventitec atua no segmento de coletores industriais há anos. Por isso, somos especialistas em garantir que esses equipamentos funcionem de maneira perfeita e sem interrupções.

 

Fale conosco e solicite um orçamento para adquirir ou realizar a manutenção dessas peças. Ao fazer isso você preza pela excelência dos seus serviços, minimiza gastos desnecessários e cuida da saúde dos profissionais que trabalham no seu negócio.

 

Precisa de um projeto especial para sua industria?

Solicite uma avaliação e um de nossos engenheiros entrará em contato